Cordel Encantado: General Baldini leva tiro para salvar Açucena

0

Timóteo, vestido de rei, vai à praça de Brogodó com um megafone fazer um pronunciamento. Todos param para prestar atenção à loucura do coronelzinho, que está cercado de jagunços. O tirano pede que todos se aproximem e diz que o povo não pode perder o grande espetáculo que ele vai oferecer. Açucena chega com Euzébio e Virtuosa.

Até que, para espanto de todos, Timóteo declara: “Venham assistir amanhã ao enforcamento de Jesuíno Araújo!”. Revoltado, Augusto aproveita o momento para dar um fim à loucura do coronelzinho e convoca Petrus, Rufino e Paçoca para uma ação. Baldini, que está na delegacia junto a eles, pede permissão para se juntar a eles no ataque contra Timóteo. O rei hesita, mas acaba aceitando a ajuda.

Belarmino, Dora e Felipe veem a movimentação e decidem se unir aos outros para acabar com o tirano. Eles dão início a um tiroteio e a confusão se instaura na praça de Brogodó!

Açucena sai correndo na direção de Timóteo e grita: “Solte Jesuíno, Timóteo! Solte e eu me entrego pra tu!” O coronel vê sua amada e ordena que os jagunços parem de atirar, mas ninguém consegue ouvir nada diante do barulho.

Um dos jagunços atira na direção de Açucena. Baldini vê, sai correndo e se joga na frente de Açucena para defendê-la, sendo atingido em cheio por um tiro no peito. Todos saem correndo para socorrê-lo. Timóteo aproveita a situação e consegue fugir com seus jagunços. Felizmente, o general consegue escapar da morte e se salva. Saiba tudo sobre a reta final da novela na página com o resumo de Cordel Encantado!

As cenas estão previstas para ir ao ar no capítulo dessa sexta-feira, 19 de abril.

Compartilhe: