Bela, a feia: saiba os truques que transformam Giselle Itié em Bela

1

Roubar a beleza de uma atriz como Giselle Itié não é tarefa fácil. Descubra os segredos usados pela produção de “Bela, a feia” para caracterizar a protagonista da novela.

O responsável pela elaboração do visual de Bela, o visagista Marcio Farache, contou que o processo foi longo e levou mais de três meses estudando cada detalhe do visual da personagem. Foram inúmeras tentativas, até se chegar na caracterização final.

Divulgação / Record

Confira os processos adotados:

CABELOS: a atriz usa uma franja postiça feita de cabelos naturais, que é propositalmente pesada e desalinhada, tornando o rosto mais quadrado. A ideia era passar a impressão de que é a própria Bela que corta a franja, no banheiro de casa. As mechas tem como objetivo o aumento de volume, já o uso da tiara é para manter as orelhas mais visíveis.

CORPO: Um macacão de latex importado dos Estados Unidos é usado para desestruturar o corpo de Gisele: engorda as coxas e a barriga, tira a cintura, cria quadril e comprime o bumbum. Um sutiã, também com enchimento, completa o visual. Como resultado, Itié passa do manequim 36/38 para o 44.

O uso de um figurino colorido, com muito estampado em saias e blusas, procuram mostrar que a personagem não possui conhecimento de moda. As meia coloridas contribuem para trabalhar os tornozelos e deixarem as pernas mais grossas. “Queríamos dar um aspecto lúdico e infantil”, conta a figurinista Mariana Baffa.

ROSTO: a prótese deixa a boca e o queixo mais proeminentes, também muda a fala da atriz. A equipe passou por mais de 27 clínicas odontológicas até conseguir um aparelho dentário que produzisse o resultado desejado.

O nariz é trabalhado com corretivo de diferentes tons de pele para deixá-lo mais comprido. Na sobrancelha, são colados pelos humanos e é finalizada com lápis para os olhos na cor preta. “A Bela é desprovida de vaidade. Nunca fez a sobrancelha, que é grossa e peluda feito uma taturana“.

A transformação de Gisele na personagem Anabela surpreendeu até mesmo pessoas próximas a atriz. Em entrevista para o portal UOL, Itié contou que “até minha mãe e meu namorado estranharam quando me viram de Bela”.

Gravada e exibida originalmente em 2009, a novela “Bela, a feia” está de volta à programação da Record após quase uma década, sendo exibida de segunda a sexta na faixa das 15hs. O folhetim é uma versão de “Betty, a feia“, obra colombiana que já ganhou diversas versões pelo mundo.

Você ama essa novela? Compartilhe!