Deus Salve O Rei – Resumo da novela de 18/06 a 30/06

2

Nessa página você vai ficar por dentro de tudo o que acontece nos próximos capítulos da novela Deus Salve O Rei. O folhetim é exibido pela Globo de segunda a sábado na faixa das sete horas. Já está disponível o resumo de Deus Salve O Rei dos dias 15 a 23 junho, confira:

Capítulo 138 – 18 de junho, Segunda – Margô fecha a porta da câmera secreta, sem saber que Rodolfo está lá. Otávio orienta Aires a providenciar seu casamento com Catarina. Catarina pede a Lucíola que faça chegar até Afonso a notícia de que ela é prisioneira de Otávio. Virgílio avisa a Catarina que Augusto está livre. Catarina lembra Virgílio de que ele terá que ajudá-la a sair da masmorra para ter Amália de volta. Lucíola encontra Delano vivo e pede que ele vá a Montemor contar a Afonso que Catarina é prisioneira de Otávio. Naná vai com Glória para Alcaluz. Rodolfo consegue escapar da câmera secreta. Rodolfo não conta a Lucrécia sobre o tesouro que achou no castelo. Amália tem a impressão de ter visto Virgílio. Virgílio entrega uma mensagem a um menino, com o pedido de socorro de Catarina, para fazer chegar a Afonso. Rodolfo trata bem Margô, por interesse. Afonso recebe a mensagem com o pedido de socorro de Catarina e decide parar Otávio.

Veja também o que vai acontecer nas outras novelas da Globo:

Resumo de “Deus Salve O Rei”: Próximos capítulos

Capítulo 139 – 19 de junho, Terça – Afonso diz a Gregório que é seu dever resgatar Catarina. Aires entra na casa de Enoque à procura de Augusto, sem saber que o rei foi escondido no porão por Héber. Lucrécia percebe que Rodolfo está planejando algo. Delano conta a Afonso que Catarina está presa na masmorra. Amália tenta convencer Afonso a não ir à Lastrilha. Otávio pede a Aires que chame o Patriarca da Fé para casá-lo com Catarina. Amália fica preocupada quando Gregório lhe diz que seria importante para Montemor que Afonso se casasse com uma princesa da Cália. Virgílio observa Amália e Constância. Naná e Glória chegam ao castelo de Alcaluz para falar com Margô. Petrônio e Orlando desconfiam de Rodolfo ao ver que ele comprou comida sem ter dinheiro. Otávio diz a Catarina que encontrou Augusto. A rainha de Lúngria propõe a Amália que sua filha se case com Afonso, apenas por conveniência, em troca de um empréstimo a Montemor. Otávio obriga o Patriarca da Fé a celebrar seu casamento com Catarina.

Capítulo 140 – 20 de junho, Quarta – Afonso trava um duelo com Otávio para impedir o casamento com Catarina. Catarina agradece Afonso por ter salvado sua vida. Amália afirma à rainha de Lúngria que Afonso não concordará com o acordo proposto. Naná diz a Lucrécia que ela e Glória não estão em Alcaluz por causa de Rodolfo. O rei de Alfambres avisa a Otávio que ele está expulso do Conselho de Cália. Afonso fica em choque ao ver Virgílio vivo. Glória conta a Rodolfo que foi Lucrécia quem o denunciou para Afonso. Rodolfo não aceita o pedido de desculpas de Lucrécia. Afonso conta a Amália que Virgílio está vivo. Amália não gosta de saber que Catarina ficará hospedada no castelo de Montemor. Lucíola escuta Diana conversando com Gregório sobre o acordo proposto pela rainha de Lúngria. Héber avisa a Augusto que Catarina foi resgatada por Afonso. Rodolfo pede Margô em casamento. Catarina diz a Afonso que deseja se casar com ele.

Capítulo 141 – 21 de junho, Quinta – Catarina conta a Afonso que Amália foi a Lúngria para costurar uma aliança com a rainha. Lucrécia desconfia das intenções de Rodolfo com Margô. Gregório avisa a Afonso que ele e Amália precisam se sacrificar para salvar Montemor. Amália fica furiosa ao saber pela própria Catarina que a rainha de Artena fez uma proposta de casamento para Afonso. Selena estranha ao ver Ulisses com Teodora. Amália pede a Afonso que tire Catarina do castelo. Afonso comunica a Gregório que aceitará o acordo da rainha de Lúngria. Amália pede para ir com Gregório a Lúngria oficializar o acordo. Afonso comunica a Catarina sua decisão de se casar com a princesa Beatriz. Beatriz chora ao saber de seu casamento com Afonso. Catarina diz a Lucíola que precisa tirar Beatriz de seu caminho. Amália diz a Beatriz que o casamento é apenas simbólico. Margô flagra Rodolfo em seu quarto. Catarina incentiva Beatriz a fugir com Marcel.

Capítulo 142 – 22 de junho, Sexta – Rodolfo percebe o estado confuso de Margô. Afonso recebe a carta do rei de Alfambres, concordando em dar asilo a Catarina. Otávio manda Virgílio ir a Montemor descobrir o que fizeram com Catarina. Brumela avisa a Afonso que Beatriz preferiu fazer o desjejum no quarto. Catarina é informada por Amália que partirá no dia seguinte para Alfambres. Virgílio obriga Diana a dizer onde está Catarina. Diana revela a Amália que foi ameaçada por Virgílio. Brumela avisa que Beatriz fugiu do castelo. Margô não acredita em Lucrécia quando a sobrinha lhe diz que Guilherme morreu e que Rodolfo é seu neto. Romero avisa à rainha de Lúngria que Beatriz fugiu para o oriente. A rainha de Lúngria decide procurar a filha. Gregório avisa a Afonso que sua única alternativa é se casar com Catarina. Afonso aceita se casar com Catarina.

Capítulo 143 – 23 de junho, Sábado – Augusto diz a Héber que espera que Catarina pague pelo mal que fez. Amália se desespera quando Afonso avisa que se casará com Catarina. Amália avisa a Constância que deixará o castelo. Rodolfo fica apreensivo com a pressa de Margô para se casar. Petrônio e Orlando descobrem o tesouro de Margô. Rodolfo avisa a Petrônio e Orlando que eles não podem contar a ninguém sobre o tesouro. Romero anuncia ao povo sobre o casamento de Afonso e Catarina. Rodolfo avisa aos conselheiros de Cália que, em breve, será rei de Alcaluz. Augusto decide ir ao casamento da filha. Diana avisa a Afonso que Amália não aceitou se encontrar com ele. Chega o dia do casamento de Afonso e Catarina.

Capítulos da próxima semana

Capítulo 144 – 25 de junho, Segunda – Amália chora ao presenciar o casamento de Afonso com Catarina. Betânia diz a Teodora que ela está fazendo bem para Ulisses. Heráclito comenta com Lucrécia que eles precisam descobrir o real interesse de Rodolfo no casamento com Margô. Lucrécia arma com Latrine para que Margô a veja com Rodolfo. Constância tenta tranquilizar Amália. Afonso deixa claro a Catarina que se casou com ela apenas para conseguir o empréstimo para Montemor. Tiago sente ciúmes de Selena com Ulisses. Catarina garante a Lucíola que fará Afonso esquecer Amália. Agnes pede ajuda a Levi para fazer o retrato-falado do homem que viu raptar a filha de Brice. Afonso afirma a Gregório que terá seus filhos com Amália. Selena diz a Brice que quer ajudá-la a reencontrar a filha. Amália vai à casa de Brumela e encontra Afonso.

Capítulo 145 – 26 de junho, Terça – Afonso avisa a Amália que nunca tocará em Catarina e propõe que os dois continuem juntos. Afonso garante a Amália que manterá segredo sobre seus encontros na casa da Brumela. O médico avisa que Margô não deve ser exposta a emoções fortes. Rodolfo diz a Orlando que precisa se casar com Margô para financiar sua luta para derrubar Afonso e voltar a reinar sobre Montemor. Lucrécia convence Margô a cancelar o casamento, para desespero de Rodolfo. Enoque decide levar Augusto a uma taverna. Naná decide ir a Lastrilha com Glória, com uma carta de apresentação de Margô. Dionísia diz a Lucrécia que Margô esqueceu que cancelou o casamento. Ísis descobre por Amália que foi manipulada por Catarina para colocá-la na fogueira. Amália pede ajuda a Selena para reunir provas contra Catarina. Catarina tenta seduzir Afonso.

Capítulo 146 – 27 de junho, Quarta – Afonso não cede às investidas de Catarina. Selena diz a Amália que, assim que Afonso voltar de Alfambres, levará Ísis até ele. Gregório visita Amália, e Constância percebe o carinho do conselheiro pela filha. Gertrudes conta a Afonso que Rodolfo se casará com Margô. Ísis ameaça Lucíola. Um jovem reconhece seu avô no retrato-falado do homem que raptou a filha de Brice. Margô assina a carta de apresentação para Naná e Glória. Rodolfo se casa com Margô. Amália garante a Selena que irá desmascarar Catarina.

Capítulo 147 – 28 de junho, Quinta – Amália convida Selena para acompanhá-la a Brúnis, a fim de investigar o real envolvimento de Catarina com o inquisidor a Montemor. Lucíola desconfia ao observar Selena conversando com Amália e avisa para Catarina. Brice vai com Agnes ao convento, e acaba conseguindo o endereço do casal que adotou a criança. Lucíola ampara Catarina, que sente uma leve tontura. Catarina ouve Afonso dizer a Gregório que ela nunca será como Amália. O Patriarca da Fé consagra Rodolfo rei de Alcaluz. Margô deixa em seu testamento todas as suas economias para Rodolfo. Lucrécia se revolta ao saber do tesouro e constatar que foi enganada. Na volta de Brúnis, Amália encontra Virgílio.

Capítulo 148 – 29 de junho, Sexta – Amália se surpreende quando Virgílio lhe conta que foi Catarina quem mandou atear fogo à cabana onde eles estavam. Catarina sente indisposição. Amália desabafa com Diana. Afonso constata que o povo continua tendo grande admiração por Catarina. O casal que adotou a filha de Brice mente para ela, dizendo que a criança morreu. Catarina desconfia quando não vê Afonso em seu quarto. Uma moça indica o Capitão Pizarro para ajudar Rodolfo a recrutar um exército. Otávio nega ajuda a Naná e Glória, mas muda de ideia quando Virgílio sugere que elas podem ser úteis. Otávio aceita que Glória fique no castelo, com a condição de Naná vigiar Afonso e Catarina. Catarina se desespera ao deduzir que pode estar grávida de Otávio.

Capítulo 149 – 30 de junho, Sábado – Lucíola afirma que, se Catarina estiver grávida de Otávio, perderá de vez a chance de conquistar Afonso. Amália e Selena decidem encontrar o rei Augusto. Naná e Glória aceitam a proposta de Otávio. Betânia convida Teodora para jantar em sua casa, interessada em torná-la namorada de Ulisses. Catarina comenta com Lucíola que precisa conquistar Afonso o mais rápido possível. Teodora beija Ulisses, com a desculpa de provocar ciúmes em Selena. Os amigos de Afonso aparecem de surpresa, impedindo que ele vá ao encontro de Amália. Amália desconfia da surpresa promovida por Catarina para Afonso. Amália decide procurar Rodolfo em Alcaluz. Catarina tenta ficar a sós com Afonso para seduzir o rei.

Capítulos Anteriores

A seguir você tem acesso a um resumo semanal do que aconteceu de mais importante até agora em “Deus Salve O Rei” e pode entender um pouco melhor a história da novela!

SEMANA 1 – Augusto repreende Catarina ao notar que a filha quer se aproveitar da necessidade da água em Montemor para refazer o acordo com mais vantagens para Artena. Lupércio avisa a Afonso e Rodolfo que não existe tratamento para a falta de memória de Crisélia. Crisélia anuncia a Afonso que ele assumirá o trono assim que voltar da expedição. A tropa de Afonso é atacada por ladrões. Cássio não vê Afonso perseguir um dos ladrões e ser atingido por uma flecha. Catarina fica impactada quando Augusto lhe avisa que concedeu sua mão ao Marquês Istvan. Amália explica a Afonso que ela e Tiago o encontraram desacordado na floresta e o levaram para Artena, e ele não conta que é príncipe de Montemor. Catarina afirma a Lucíola que não se casará com o Marquês. Cássio vê o corpo do ladrão perto do cavalo de Afonso e acredita que o príncipe está morto. Orlando e Petrônio avisam a Rodolfo que ele deverá assumir o trono na ausência do irmão. Cássio avisa a Rodolfo que Afonso morreu. Virgílio vai à casa de Amália. Crisélia descobre que Afonso está morto. Em um momento de lucidez, Crisélia pede a Cássio que apoie Rodolfo. Constância avisa a Amália que ela não é obrigada a se casar com Virgílio. Amália tenta impedir Afonso de voltar a Montemor, e os dois se beijam. Virgílio flagra Amália e Afonso se beijando. Virgílio agride Afonso, deixando-o ainda mais debilitado. Catarina sente que Constantino compartilha de suas ideias a respeito de fortalecer o exército de Artena. Crisélia anuncia ao povo que Rodolfo será o novo rei. Afonso descobre por Amália que o príncipe de Montemor foi dado como morto. Afonso parte para Montemor, e pede que Amália confie nele. Crisélia garante a Rodolfo que Montemor será atacada. Virgílio surpreende Afonso na floresta e o desafia. Afonso consegue vencer Virgílio e prefere poupar sua vida. Rodolfo desmaia ao saber que a rainha mandou atacar Artena. Mandingueira encontra Afonso na floresta e prevê que uma mulher que aparecerá em sua vida lhe trará discórdias e morte. Rodolfo e Cássio se surpreendem ao encontrar Afonso.

SEMANA 2 – Rodolfo constata que Afonso está vivo. Afonso sofre ao saber da morte de Crisélia. Rodolfo demonstra interesse por Catarina. Augusto e Catarina deixam Montemor após o funeral de Crisélia. Afonso se emociona ao ler a carta que Crisélia lhe deixou. Constantino e Catarina se beijam. Afonso revela a Cássio que está apaixonado por Amália. Catarina avisa a Constantino que não se casará com o marquês. Cássio alerta Afonso para a possibilidade de faltar comida para o povo por conta da escassez da água. Catarina pede explicações a Constantino sobre sua decisão de partir repentinamente de Artena. Amália conta a Constância que não existe nenhum ferreiro chamado Afonso em Montemor. Augusto avisa a Catarina que Artena ficará sob a responsabilidade da filha durante sua ausência. Amália hesita em ouvir as explicações de Afonso. Catarina descarta o chá que o médico recomendou para Istvan e aproveita para cancelar o casamento. Afonso consegue evitar que Amália caia no abismo. Afonso teme ser reconhecido por alguém de Montemor. Afonso pede Amália em casamento. Orlando e Petrônio tramam para prender Julião. Romero fica surpreso quando Selena pede para usar a espada e demonstra mais habilidade que Ulisses. Selena fica surpresa com o talento de Ulisses na cozinha. Amália constata que Afonso é o príncipe herdeiro de Montemor.

SEMANA 3 – Amália não se sente à vontade com o tratamento de princesa recebido no palácio. Augusto retorna a Artena trazendo Mirtes, prima de Catarina. Amália escuta Orlando afirmar a Petrônio que o casamento de Afonso será uma vergonha para Montemor. Selena conta a Romero que quer se inscrever na Academia Militar. Amália informa a Afonso que não pode se casar com ele e decide voltar a Artena. Afonso informa que abdicará do trono de Montemor para viver com Amália em Artena. Afonso anuncia ao povo que vai abdicar do trono de Montemor. Catarina sente ciúmes ao ver Constantino conversando com Mirtes. Silene começa na academia. Afonso pede a Rodolfo para guardar o anel de rubi que a avó lhe deu. Afonso surpreende Amália ao chegar em Artena. Catarina descobre que Afonso virou plebeu por causa de uma mulher e arrisca que ele pode ter a intenção de espionar Artena. Selena fica furiosa com a ironia de Saulo no treino da academia e faz o chão tremer. Rodolfo tem um surto de pavor no dia da coroação e se recusa a assumir o trono. Rodolfo é coroado e faz o discurso de forma confusa, ajudado por Petrônio. Catarina observa de longe Constantino e Mirtes se beijando. Afonso se preocupa com a saúde de Josafá. Pessoas comemoram a chuva que cai em Montemor. Catarina e Constantino “seduzem” Istvan e Mirtes, respectivamente, e dão um jeito de colocar os dois juntos na cama. Catarina finge que se sente humilhada por ter sido supostamente traída pelo noivo e pela prima. Augusto avisa a Istvan que o casamento está cancelado e pede ao marquês que se retire de Artena. Afonso luta com Tirso para defender Amália e acaba preso por agredir um soldado do rei Augusto.

SEMANA 4 – Afonso é preso. Catarina desconsidera as recomendações de Demétrio e decide tratar Afonso como um preso normal. Amália decide procurar Catarina e entra no castelo sem ser vista. Amália acaba entrando na biblioteca e se depara com Catarina. Catarina reconhece a audácia de Amália em entrar no castelo e deixa claro que julgará o caso de Afonso sem privilégios. Afonso promete a Elias que encontrará o filho do presidiário. Elias morre antes de o médico chegar. Augusto repreende Catarina por ter mantido Afonso encarcerado. Augusto pede perdão a Afonso e manda Demétrio expulsar Tirso de seu exército. Tiago informa a Martinho que Tobias vendeu a dívida da casa deles para Virgílio. Afonso afirma que, por causa dele, Virgílio é capaz de fazer Martinho perder a casa. Virgílio ameaça Afonso de despejar todos se a dívida da casa de Martinho não for paga em até 30 dias. Rodolfo decide se casar com Catarina. Ulisses sente ciúmes por Selena demonstrar preocupação com Saulo. Catarina demonstra interesse no casamento com Rodolfo. Afonso garante a Rodolfo que a avó temia que a união de Artena e Montemor trouxesse consequências indesejáveis a Cália. Rodolfo entrega o anel de rubi a Afonso. Afonso é rendido por ladrões quando retorna a Artena. Os ladrões levam a joia de Afonso. Augusto comunica a Demétrio que não dará a mão de Catarina a Rodolfo. Rodolfo conhece outras pretendentes através de pinturas. Afonso reconhece um dos ladrões que roubou seu anel de rubi. Lucrécia chega a Montemor. O ladrão confessa a Afonso que foi pago para roubar o anel, mas morre antes de informar o nome do mandante. Afonso diz a Amália que precisam descobrir se Virgílio ainda está com a joia. Diana se oferece para ajudar Amália e Afonso a recuperar o anel. Ulisses beija Selena. Diana encontra o anel de Afonso no baú de Virgílio. Rodolfo anuncia que se casará com Lucrécia.

SEMANA 5 – Diana devolve o anel para Afonso. Rodolfo não dá importância para Cássio, que aconselha o rei a averiguar melhor o reino de Alcaluz antes de se casar com Lucrécia. Martinho entrega a Virgílio um saco de moedas, liquidando a dívida da casa. Augusto decide conceder a mão de Catarina a Constantino. Afonso e Rodolfo se casam no mesmo dia, em Montemor e Artena respectivamente. Lucrécia flagra Rodolfo próximo a Catarina, pronto para beijar a princesa. Lucrécia acusa Catarina de estar flertando com Rodolfo. Constantino diz a Hermes que em pouco tempo conquistará a confiança de Augusto e fará com que Artena se junte ao seu exército no ataque a Vicenza. Amália desmaia, e o médico supõe que ela esteja grávida. Amália garante a Afonso que está grávida. Selena diz a Ulisses que ele é uma pessoa feliz quando está na cozinha. Constantino avisa a Hermes para não se meter com Catarina. Lucrécia diz a Latrine que Rodolfo está frustrado porque ela ainda não engravidou. Afonso descobre que Levi é filho de Elias. Hermes sugere a Constantino matar Augusto. Lucrécia se encanta com as palavras de Osiel e acaba beijando o pintor. Constantino mente para Catarina e diz que Hermes precisou partir. Enquanto Brice faz o feitiço, Amália sente uma tontura, cai e bate a cabeça.

SEMANA 6 – Catarina e Constantino se sentem vitoriosos quando Augusto indica o duque para ser o general do exército de Artena. O médico informa a Afonso que não tem como prever quando a memória de Amália voltará. Diana percebe que Amália acha que ainda é noiva de Virgílio. Augusto verifica que um de seus soldados encontrou o corpo de Hermes enterrado na floresta com a medalha de Constantino em suas mãos. Augusto declara a prisão de Constantino. Catarina contesta a prisão de Constantino. Augusto anuncia que Constantino será julgado. Augusto manda Demétrio comunicar aos convidados o cancelamento do casamento de Catarina. Augusto decide que Constantino será julgado em Vicenza. Diana conta a Afonso que Amália acredita que ainda é noiva de Virgílio. Afonso flagra Amália beijando Virgílio. Virgílio instiga Amália a anular seu casamento. Afonso concorda com a anulação do casamento para evitar que a mulher seja presa. Saulo decide abandonar a academia. Constantino consegue sair da prisão e aproveita para levar Catarina como garantia de vida. Augusto é informado de que Constantino fugiu. Constância conta a Amália que Afonso abdicou do trono de Montemor para viver com ela. Constantino volta para seu exército e inventa para Diógenes que Hermes o traiu. Demétrio avisa a Augusto que Catarina foi sequestrada por Constantino. Afonso aceita o convite de Augusto para assumir o comando das tropas de Artena e libertar Catarina. Augusto decide pagar o resgate de Catarina. Constantino recebe o resgate de Afonso e Demétrio e comunica que só soltará Catarina depois que o exército de Artena deixar sua tropa passar. Tirso e os outros presos conseguem fugir e atacam a feira onde está Amália e Constância. Afonso entra escondido na tenda onde está Catarina e avisa a princesa que irá retirá-la dali. Virgílio chega na hora em que Tirso pensa em levar Amália e vence o bandido. Após ser orientada por Afonso a fugir pela mata, Catarina consegue encontrar Augusto e Demétrio. Catarina mente para Augusto dizendo não saber como Constantino conseguiu escapar da masmorra. Constantino mantém Afonso preso à árvore.

SEMANA 7 – Cássio e Demétrio encontram Afonso na floresta. Orlando e Lucrécia sentem atração um pelo outro. Augusto convida Afonso para assumir o comando do exército de Artena. Amália sonha com o dia em que encontrou Afonso na mata, mas não vê seu rosto. Amália marca a data do casamento com Virgílio. Tiago avisa a Afonso que ele não pode deixar que Amália e Virgílio se casem. Augusto manda parar a procura por Constantino. Rodolfo está à espera de Lucrécia, quando é surpreendido por Tila. Selena fica triste ao ver Saulo beijando uma moça. Amália tem lampejos de memória com Afonso. Lucrécia comunica que voltará para Alcaluz. Amália consegue convencer Virgílio a adiar o casamento por mais um mês. Cássio insiste para que Saulo retorne à academia. Diana incentiva Tiago a se inscrever no torneio. Catarina ironiza Afonso por estar financiando os estudos de Levi. Rodolfo comemora quando os construtores informam que encontraram uma fonte de água. Saulo decide voltar para a academia. Rodolfo sente falta de Lucrécia e decide ir atrás da esposa. Catarina visita a feira e, ao constatar a limpeza do local, autoriza o evento durante o torneio. Rodolfo aceita as imposições de Lucrécia para retornar a Montemor. Lucrécia defende a participação de Selena no torneio. Virgílio ateia fogo à casa de Samara.

SEMANA 8 – Afonso consegue salvar Levi e Samara do incêndio. Cássio diz a Rodolfo que os Eranitas não podem ser removidos de suas terras. Catarina se insinua para Afonso. Rodolfo decide participar do torneio, e Petrônio o alerta. Amália sugere a Virgílio que os dois se casem o mais breve possível. Selena vence a luta contra o participante de Artena. A vitória de Rodolfo é pouco ovacionada pelas pessoas da plateia. Brice avisa a Virgílio que ele tem pouco tempo para impedir que Amália recupere a memória. Tiago vence Selena. Virgílio troca a proteção da lança de Afonso para prejudicá-lo. Amália recupera a memória e grita pelo nome de Afonso, no momento em que ele começa a luta. Afonso vence a luta. Amália corre ao encontro de Afonso e o beija, mostrando que resgatou sua memória. Augusto convence os soberanos de Cália a não apoiarem a inundação da aldeia dos Eranitas. Rodolfo acusa Augusto de manipular os reis contra ele. Um arqueiro mira Augusto durante sua apresentação de teatro e acerta o rei de Artena. Catarina acusa Rodolfo de ter mandado matar seu pai. Demétrio encontra a arma que feriu Augusto e constata que pertence ao exército de Montemor. Catarina manda cortar o fornecimento de água a Montemor. Saulo anuncia que o reino ordenou que todos ficassem de prontidão para a guerra. Rodolfo declara guerra a Artena.

SEMANA 9 – Demétrio não concorda com a estratégia de ataque de Catarina. Saulo e Selena acabam se acidentando na floresta. Augusto repreende Catarina pelas decisões contra o povo de Montemor e ordena uma negociação de paz. Afonso avisa ao irmão que ficará ao lado de Augusto. Saulo e Selena conseguem se salvar. Afonso avisa a Augusto que o exército de Montemor conseguiu atravessar a floresta. Amália vai ao castelo à procura de notícias de Afonso e é acusada por Catarina de ter provocado a guerra. Augusto deixa claro a Afonso que não abandonará Artena. Afonso salva Virgílio de ser atacado por um soldado de Montemor. Amália consegue achar Levi. Ulisses se arrisca para salvar Romero. Saulo bate a cabeça durante uma luta. Afonso é rendido e recebe voz de prisão de Cássio. Demétrio é atacado. Augusto flagra Rodolfo e Catarina se beijando. Augusto constata que a guerra não passou de um plano de Catarina e Rodolfo. Catarina leva Augusto para a Torre de Zéria. Selena tenta reanimar Saulo, que prefere terminar o namoro com a moça. Cássio avisa a Rodolfo que Afonso foi preso como traidor. Rodolfo afirma a Cássio que ordenará a libertação de Afonso. Rodolfo anuncia a Afonso que ele será levado a julgamento popular. Ulisses conta a Betânia que abandonou a academia e gostaria de trabalhar na cozinha com ela.

SEMANA 10 – Amália intervém no julgamento de Afonso em favor do amado. Rodolfo orienta Petrônio e Orlando a conseguirem um homem capaz de levar Lucrécia a cometer adultério, para que possa se separar da esposa. Lucrécia flagra Catarina e Rodolfo no jardim do castelo. Petrônio inventa para Lucrécia que foi ele quem deixou Catarina sair do quarto. Betânia fica chateada com Brumela por ela relutar em dar uma chance para Ulisses na cozinha. Emídio se apresenta a Afonso e Amália como irmão de Samara, e avisa que levará Levi. Amália não gosta de ter que entregar Levi a Emídio. Brumela fica surpresa ao saborear a comida feita por Ulisses. Emídio vai buscar Levi, quando Diana constata que o menino fugiu. Brumela aceita contratar Ulisses como assistente de cozinha. Emídio encontra Levi escondido em uma carroça. Amália e Afonso avisam a Emídio que Levi não irá com ele. Rodolfo flagra Lucrécia abraçada a Orlando. Rodolfo anuncia a Lucrécia que o casamento deles acabou. Rodolfo resolve destituir o Patriarca da Fé. Emídio sequestra Levi e Afonso persegue o vilão. Levi consegue fugir da carroça e Emídio sai em busca do sobrinho com dois comparsas. Afonso luta com Emídio e ambos ficam em perigo.

SEMANA 11 – Amália encontra um broche que estava com Emídio e desconfia de que a joia foi dada por Catarina. Lucíola avisa a Catarina que Emídio morreu e Afonso conseguiu resgatar Levi. Lucrécia diz a Rodolfo que entrará para um convento. Rodolfo anuncia que se casará com Catarina. Amália se preocupa ao deduzir que Afonso está treinando Levi para ser um sucessor. Rodolfo fica perplexo ao perceber que sua estátua foi pichada. Virgílio aceita a proposta de Catarina para ser informante da princesa. Virgílio conta a Catarina que muita gente em Montemor ainda ama Afonso. Selena se assusta quando Brice aparece em sua frente e lhe diz que ela está pronta. Brice entrega o colar com o pentagrama que a mãe de Selena lhe deu antes de morrer. Selena conta a Ulisses que é uma feiticeira, como sua mãe. Amália sugere a Afonso que os dois deixem Montemor. Afonso aconselha Diana a ter cuidado com Catarina. Catarina manipula Rodolfo, fazendo ele suspeitar que Cássio possa estar influenciando o povo contra ele. Cássio se sente ofendido com as acusações de Rodolfo e entrega o cargo de conselheiro e comandante do exército. Afonso afirma a Amália que não deixará Montemor. Rodolfo vê Brice em Montemor e manda atirá-la na fogueira. Selena ajuda Brice a fugir da fogueira. Amália se enfurece ao ver Levi com Catarina.

SEMANA 12 – Rodolfo nomeia Romero como o novo comandante do exército de Montemor. Catarina comenta com Lucíola que planeja conquistar a confiança de Diana. Selena confessa a Ulisses que foi ela quem salvou Brice da fogueira. Catarina garante a Virgílio que dificultará ao máximo a vida de Amália e Afonso. Afonso é levado à presença de Rodolfo, que decide distribuir a água racionada igualmente a todos. Amália decide ir ao casamento de Rodolfo com Afonso. Rodolfo e Catarina se casam. Saulo tem a impressão de estar voltando a enxergar. Ulisses sente ciúmes de Selena ao vê-la dançando com Tiago. Irmã Benedita apresenta a Lucrécia a noviça Mirtes, que dividirá o quarto com ela. Lucrécia desmaia, quando Mirtes lhe conta que sua prima Catarina casou-se com Rodolfo. Lucrécia se recusa a deixar o convento, apesar da insistência de Heráclito. Mirtes revela a Lucrécia que nutre os mesmos sentimentos que ela por Catarina. Ulisses conta a Betânia que Romero fingiu que não o conhecia. Diante da revolta do povo frente às decisões impostas por Rodolfo, Cássio identifica a necessidade de Afonso assumir o trono de Montemor. Rodolfo promete a Afonso que avaliará as reivindicações. Cássio afirma a Afonso que a única solução para Montemor é sua volta ao trono. Madre Benedita avisa a Lucrécia que se houver uma próxima infração ela será retirada do convento. Orlando avisa a Rodolfo que os trabalhadores de Montemor estão em greve. Catarina tenta instigar Rodolfo a prender Amália. Rodolfo e Catarina adoram a comida feita por Ulisses. Saulo volta a enxergar. Rodolfo e Catarina aparecem de surpresa na casa de Afonso e Amália.

SEMANA 13 – Afonso deixa claro que não deseja o trono de Montemor. A mando de Rodolfo, Romero informa a Afonso que as reuniões na taverna estão proibidas e a pena por desobediência será a prisão. Cássio é detido por Romero. Rodolfo avisa a Afonso que ele está banido da corte. Rodolfo liberta Cássio da prisão. Cássio incentiva Afonso a continuar com as reuniões, que passam a ser clandestinas. Afonso fica impactado ao ver pessoas o reverenciando. Catarina oferece a Diana um quarto no castelo, com a intenção de torná-la uma aliada. Os participantes da reunião clandestina promovida por Cássio e Afonso fazem um pacto de união e confiabilidade. Virgílio descobre o local da reunião clandestina. Cássio comunica aos participantes que o plano é sequestrar Rodolfo e fazê-lo renunciar em favor de Afonso. Afonso e Amália são surpreendidos por Virgílio no local da reunião. Afonso tem a ideia de forjar um plano falso para que Virgílio pense estar inserido no grupo. Afonso passa aos rebeldes o plano verdadeiro para o sequestro de Rodolfo. Elói conta o plano verdadeiro para Virgílio, que o retribui com um pagamento. Rodolfo parabeniza Romero pelo talento de Ulisses. Afonso consegue adentrar o castelo pela passagem secreta, e percebe que caiu em uma armadilha. Afonso é surpreendido por Catarina e Rodolfo.

SEMANA 14 – Afonso descobre que Elói os traiu. Cássio protege Afonso, que consegue fugir com Amália e Levi. Cássio e Tiago são condenados à prisão. Rodolfo vende títulos de nobreza para arrecadar fundos para o castelo. Ulisses aproveita a ausência de Brumela para liderar a equipe da cozinha do castelo. Amália é picada por uma cobra. Mandingueira cuida de Amália, que delira. Amália desperta do transe. Brumela demite Ulisses. Catarina surge na casa da mandingueira. Virgílio avisa a Martinho e Constância que Amália deve se entregar para reduzir sua pena. Selésio diz a Lucrécia que a ama e os dois acabam se beijando. Catarina decide engravidar e, para isso, seduz Virgílio. Amália tem receio dos planos de Catarina. Catarina manda Brumela recontratar Ulisses. Brumela diz a Ulisses que está disposta a aceitá-lo novamente na cozinha, se ele se comprometer a respeitar sua autoridade como chefe.

SEMANA 15 – Brumela se irrita com o elogio que Rodolfo faz a Ulisses e decide pedir demissão. Catarina se preocupa ao perceber que Diana a viu beijando Virgílio. Lucrécia desiste de fugir do convento. Ulisses toma a frente da equipe da cozinha com a ausência de Brumela. Selena despista Catarina, o caçador e os soldados. Catarina designa Ulisses como o novo comandante da cozinha do castelo. Agnes leva Afonso e Amália para se esconder em uma caverna. Brumela decide abrigar Afonso, Amália e Levi. Catarina manda Delano seguir Diana. Diana vai à casa de Brumela ver Amália. Afonso afirma a Otávio, rei de Lastrilha, que precisa de sua ajuda. O rei Otávio promete marcar um encontro com os outros reis de Cália. Diana facilita a entrada de Virgílio no quarto de Catarina, e o comerciante descobre uma carta sobre a prisão de Augusto. O rei Otávio oferece a Rodolfo informações sobre o paradeiro de Afonso em troca de um melhor acordo comercial entre o reino de Montemor e Lastrilha. Otávio revela a Rodolfo o interesse de Afonso em fazer alianças com os reinos da Cália para derrubá-lo do trono de Montemor. Afonso constata que foi traído por Otávio. Rodolfo ordena que os guardas prendam o irmão.

SEMANA 16 – Rodolfo atende ao pedido de Afonso e decide anistiar Amália e Levi. Virgílio aprisiona Amália e Levi e os leva para uma cabana afastada na floresta. Catarina deduz que Virgílio esteja com Amália. Afonso encontra Constantino preso na pedreira. Catarina é vencida por Virgílio, que ameaça contar ao Conselho de Cália que a rainha fez de Augusto um prisioneiro. Catarina não admite que Rodolfo dê ao rei de Lastrilha o Vale de Laios, que era de sua família, em troca da captura de Afonso. Catarina avisa a Otávio que enviou uma carta ao conselho de Cália sobre a doação das terras à Lastrilha. Otávio alerta Rodolfo sobre a possibilidade de uma grave crise entre seus reinos. Augusto se surpreende ao ver Catarina. Catarina disfarça sua comoção ao ver o pai debilitado. O Conselho de Cália decide que o Vale de Laios não poderá ser anexado ao território da Lastrilha. Catarina decide fazer uma visita a Afonso na pedreira, para que ele a veja como aliada. Saulo descobre que Selena é uma feiticeira. Agnes apaga a memória de Saulo. Madre Benedita expulsa Lucrécia da congregação. Romero avisa a Rodolfo que Otávio está movimentando suas tropas.

SEMANA 17 – Afonso poupa a vida de Constantino. Afonso se surpreende com a ajuda que recebe de Catarina. Heráclito revela a Lucrécia que o reino de Alcaluz está falido. Constantino aceita se unir a Afonso. Saulo conta a Selena sobre a morte de sua mãe. Diana avisa a Selena que Virgílio sabe onde está Amália. Afonso e Constantino simulam uma discussão e o feitor decide armar uma luta entre os dois. Catarina exige que Otávio abandone o Vale de Laios. Otávio decide avançar, com sua tropa, pelas terras de Artena. O feitor encontra Afonso caído e leva Constantino para o cárcere. Afonso é dado como morto e atirado em uma vala. Afonso liberta Constantino. Um guarda atira contra Afonso, mas Cássio o protege e acaba levando uma flechada. Catarina manda Delano seguir Elói. Catarina finge se abalar com a situação dos soldados e é ovacionada por eles. Diana revela a Virgílio sobre a fuga de Afonso e Agnes consegue ler a mente do marquês. Orlando e Petrônio avisam a Rodolfo que o carregamento de água será suspenso. Romero captura Constantino, que revela o paradeiro de Afonso. Agnes informa a Afonso que Virgílio sequestrou Amália e Levi. Delano segue Elói e recupera a carta de Catarina. Selena, Ulisses e Tiago enfrentam Romero e acabam presos. Virgílio empurra Amália, que bate a cabeça e desmaia. Catarina manda Delano prender Virgílio no cativeiro com Amália e atear fogo à casa. Afonso vê a fumaça na direção da casa e salva Amália e Levi. Rodolfo aceita o conselho de Lucrécia e decide se separar de Catarina. Afonso pede ajuda em uma aldeia de camponeses. Todos na aldeia decidem seguir com Afonso e Amália até Montemor.

SEMANA 18 – Afonso, Amália, Levi e o grupo de camponeses marcham rumo a Montemor. Afonso e Amália encontram Tiago e o levam para o acampamento. Catarina dá o anel para Diana entregar a Constantino. Constantino coloca no dedo o anel que Diana o entregou e começa a agonizar. Catarina ameaça Diana de ser acusada pelo assassinato de Constantino. Catarina irrita Rodolfo e o rei a prende na masmorra. Agnes conta a Selena que uma peste se aproxima da cidade. Afonso confronta Rodolfo e exige, em nome do povo de Montemor, que o irmão abdique do trono. Romero e os soldados reverenciam Afonso e são seguidos pelos funcionários do castelo. O povo reconhece Afonso como o novo rei. Afonso manda libertar Catarina da masmorra. Afonso manda Romero libertar Ulisses e Selena. Brice prevê que Saulo ficará doente e trará a peste para Montemor. Rodolfo ameaça Catarina de contar a Afonso a verdade sobre a prisão de Augusto e sua participação no golpe armado por eles. Catarina se surpreende ao ver Amália no corredor do castelo. Brumela aceita o convite de Afonso para ser governanta. Amália comenta com Afonso que Catarina pode ter matado Constantino. Agnes foge para a floresta. Afonso afirma a Catarina que descobrirá o paradeiro de Augusto. Martinho encontra Saulo caído, com febre e delírios. Rodolfo conta a Afonso e Amália que Catarina mantém Augusto prisioneiro na Torre de Zéria. Agnes aceita voltar com Selena. Lupércio constata que Constantino foi envenenado. Ulisses e Lupércio se apavoram ao constatar que Saulo está com a peste. Catarina revela a Amália que ajudou Afonso fugir da pedreira. Amália manda Lupércio avisar a Afonso que a peste chegou ao castelo. Ístvan pede Glória em casamento. Saulo pede perdão a Selena antes de morrer. Amália escuta Otávio propor a Catarina que se unam para afastar Afonso do reino de Montemor.

SEMANA 19 – Catarina avisa a Afonso da proposta feita a ela por Otávio, demonstrando falsamente sua lealdade ao rei. Catarina sente tontura e desmaia nos braços de Afonso. Lupércio confirma que Catarina está com a peste. Catarina comenta com Lucíola que culpará Amália pela peste. Lucíola espalha o boato de que existe uma bruxa responsável pela peste. Otávio encontra Virgílio caído na floresta e se interessa ao saber que o comerciante é inimigo de Afonso e Catarina. Amália presencia Catarina pedindo desculpas ao pai em seu delírio provocado pela doença. Amália pensa em sugerir a Afonso que inicie uma busca por Augusto. Catarina decide escrever uma carta para Augusto. Delano entrega a carta de Catarina a Augusto e avisa que a filha está à beira da morte. Durante um delírio por causa da peste, Catarina revela a Afonso que o ama. Brice avisa a Selena que ela e Agnes devem deixar Montemor. Virgílio conta a Otávio que Catarina não sossegará enquanto não acabar com Amália e se casar com Afonso. Afonso aconselha Romero a dizer a Ulisses que ama o filho. Catarina manda Lucíola espalhar na cidade que Amália é uma bruxa. Afonso descobre que Rodolfo mentiu. Afonso intima Rodolfo a deixar Montemor. Lucrécia casa Glória e Ístvan. Naná fica revoltada ao descobrir que a herança deixada por Ístvan a Glória é um camafeu. A mandingueira avisa a Amália que uma onda de injustiças se abaterá sobre o reino, e a aconselha a fugir. Afonso constata que o povo venera Catarina. Osiel avisa a Afonso que um grupo de pessoas está indo à casa da mandingueira. Virgílio conta a Otávio que Catarina prendeu Augusto na Torre de Zéria. Otávio coloca Virgílio na masmorra ao constatar que Augusto não está na Torre.

SEMANA 20 – Catarina convence o inquisidor de que Afonso foi enfeitiçado. Rodolfo se esconde na casa de Timóteo ao lado de Lucrécia, Latrine, Heráclito, Petrônio e Orlando. Afonso convida Selena para ser chefe da Guarda Real, deixando Romero desconfortável. Afonso decide expulsar o inquisidor de Montemor. Otávio manda Virgílio descobrir o paradeiro de Augusto. Diana conta a Amália do boato sobre ela ter enfeitiçado Afonso. Bartolomeu diz a Amália que irá provar que ela é uma bruxa. Amália lembra Afonso sobre a previsão da mandingueira e de seu conselho para fugir. Selena conta a Amália sobre o poder intuitivo de Agnes. Catarina manda Delano esconder o livro de magia na antiga casa de Amália. Levi consegue libertar Agnes. Os assistentes do inquisidor encontram o livro na casa de Amália. Bartolomeu dá ordem de prisão a Amália. Afonso consegue o apoio do Conselho de Cália para expulsar Bartolomeu de Montemor. Afonso exige que Bartolomeu liberte Amália, mas é impedido pelo povo. Amália é salva com a ajuda do dom de Agnes. Afonso expulsa Bartolomeu de Montemor. Bartolomeu não diz a Afonso que foi Catarina quem o chamou a Montemor. Amália segue Levi e descobre que Agnes é uma bruxa. Lupércio anuncia que Montemor está livre da peste. Diana encontra um colar com o mesmo pentagrama do livro que foi encontrado na casa de Amália, e deduz que Catarina armou contra a feirante. Amália acusa Catarina de tramar contra ela.

SEMANA 21 – Orlando confessa a Lucrécia que a ama. Amália afirma a Afonso que Catarina deve deixar o castelo. Rodolfo e Glória se beijam. Catarina lê o bilhete anônimo atirado por Virgílio, que diz saber onde está Augusto. Catarina pede a Delano que transfira Augusto para a antiga masmorra de Artena. Aires rende Delano e manda Virgílio buscar Otávio. Otávio encontra Augusto. Afonso anuncia a Catarina que ela será transferida para o palácio de inverno. Augusto manda Héber se esconder de Otávio e avisa que não confia no rei. Otávio manda Delano avisar a Catarina que Augusto é seu prisioneiro. Otávio pressiona Catarina a se casar com ele. Catarina se surpreende ao ver Virgílio. Diana conta a Amália que ouviu Catarina dizer a Lucíola que a princesa esteve em Lastrilha. Afonso pergunta a Catarina o que ela foi fazer em Lastrilha. Catarina conta a Afonso que Otávio propôs uma aliança entre Artena e Lastrilha. Otávio avisa a Augusto que anunciará seu casamento com Catarina. Otávio chega ao banquete, surpreendendo Catarina.

SEMANA 22 – Catarina é forçada por Otávio a anunciar o casamento, deixando Afonso, Amália e Gregório impactados. Catarina diz a Lucíola que o noivado se tornou seu maior trunfo para conquistar Afonso. O rei de Alfambres anuncia que o Conselho de Cália se recusou a conceder o empréstimo a Montemor, e não reconhece o casamento de Afonso com uma plebeia. Afonso não revela a Amália o motivo de não terem conseguido o empréstimo. Catarina manipula Diana e consegue que Amália descubra que o Conselho negou o empréstimo a Afonso por sua causa. Amália fica chateada com Afonso por ele não ter contado a verdade. Naná espalha a notícia de que os reis de Cália não emprestaram dinheiro a Montemor por causa de Amália. Amália questiona Afonso sobre a possibilidade de ele se casar com Catarina. Afonso garante a Amália que jamais pensou em se casar com Catarina. Catarina se martiriza perante o povo, e provoca Amália. Catarina resolve seguir para Lastrilha, deixando claro a Afonso que não ama Otávio. Afonso lembra das palavras da mandingueira, que afirmou que Amália não estaria a seu lado quando ele retomasse o trono de Montemor. Afonso pede perdão a Amália. Catarina pede ajuda a Virgílio para tirar Augusto de Lastrilha e garante que ele terá Amália. Gregório se preocupa com a rejeição do povo a Amália. Virgílio revela a Augusto que Otávio pretende assassiná-lo depois do casamento com Catarina. Afonso manda Romero procurar Rodolfo. Virgílio promete a Augusto que não irá deixá-lo sob os cuidados de Catarina. Gregório avisa a Afonso e Amália que Catarina e Otávio irão a Montemor. Afonso e Gregório conseguem o apoio dos mineiros. Afonso visita Rodolfo na masmorra.

SEMANA 23 – Afonso informa a Rodolfo que ele será levado para longe de Montemor. O Conselho de Cália entende que, pelo tempo de desaparecimento de Augusto, todos podem considerá-lo como morto. Catarina diz a Lucíola que destruirá a mina de Montemor. Afonso diz a Amália que terá que declarar a independência de Artena e coroar Catarina como rainha. Augusto descobre que o Conselho de Cália já o considera morto. Virgílio avisa a Otávio que Augusto poderá morrer se for transferido para outro local. Otávio resolve soltar Catarina do quarto, mas a proíbe de visitar Augusto. Catarina é coroada rainha de Artena. Há uma explosão na mina de Montemor. Afonso é alertado sobre a explosão da mina. Virgílio chega ao quarto de Augusto para colocar seu plano de fuga em execução. Otávio descobre que foi enganado por Catarina, que foge do castelo levando Augusto. Rodolfo descobre a sala secreta com o tesouro guardado por Margô. O rei de Alfambres comunica a Afonso que o Conselho de Cália se negou a emprestar dinheiro a Montemor.

Em breve essa página será atualizada com novos resumos da novela Deus Salve O Rei, fique ligado!

Você ama essa novela? Compartilhe!