A Terra Prometida – Resumo da novela: próximos capítulos de 25/04 a 10/05/2019

356

A novela A Terra Prometida é uma novela bíblica produzida e exibida pela Rede Record nas noites de segunda a sexta-feira às 19h30. A trama é continuação de “Os Dez Mandamentos” e vai acompanhar tudo pelo que os hebreus – agora liderados por Josué – passaram antes de entrar na “Terra Prometida”. Abaixo você pode ler o resumo do capítulo de hoje da novela “A Terra Prometida”:

Capítulo 194, 25 de Abril (Quinta-Feira) – Mireu conversa com Úrsula e revela o envolvimento com Ula. A princesa fica satisfeita e avisa que eles estão do mesmo lado. Aruna fica feliz ao saber que Yana permanecerá em Gilgal. Úrsula diz já saber como fazer o rei esquecer Ula. Sem culpar os filhos, Léia pede perdão a Quemuel. Mireu caminha pelas ruas de Jerusalém com Úrsula e reconhece Salmon. Mireu caminha pelas ruas de Jerusalém com Úrsula e reconhece Salmon. O oficial ordena que os soldados prendam o hebreu. Salmon começa a correr. Tobias assume a culpa por ter forjado a falsa traição de Yana e Quemuel o expulsa de casa. Mireu consegue alcançar Salmon. Tirda fica sem jeito de dizer que não achou o vestido bonito. Úrsula decide levar Salmon para o palácio. Otniel fica sabendo que o amigo foi descoberto. Tobias pede para morar na ferraria de Setur. Quemuel diz que errou na criação do filho. Adonizedeque reencontra com a filha. A princesa mostra o hebreu capturado. Raabe cuida de Boaz. Úrsula diz que descobriu algo sobre Ula. Samara encontra Tobias e avisa que o plano ainda está de pé. Mireu conversa com Salmon nas masmorras. Úrsula inventa que Ula é uma assassina. Adonizedeque fica preocupado. Escondida, Mara cultua as estatuetas que eram de Racal. Adonizedeque diz que Ula é uma assassina e ordena que Abul a traga imediatamente. Léia comenta com as outras mulheres que Josué proibiu que os hebreus de saírem dos limites do acampamento.

Veja também o que vai acontecer nas outras novelas na página ‘Resumo das Novelas‘ e conheça a nova novela bíblica da Record na página com o Resumo de Jezabel!

Novela “A Terra Prometida” – Resumo dos próximos capítulos

Capítulo 195, 26 de Abril (Sexta-Feira) – O líder avisa que pedirá aos homens para vigiarem e protegerem suas esposas. Otniel tenta saber informações sobre o paradeiro de Salmon. Abul chega até a taberna para levar Ula. A moça assume a culpa pela morte de Durgal perante a Adonizedeque. Mireu caminha pelas ruas de Jerusalém com Úrsula e reconhece Salmon. O oficial ordena que os soldados prendam o hebreu. Salmon começa a correr. Tobias assume a culpa por ter forjado a falsa traição de Yana e Quemuel o expulsa de casa. Mireu consegue alcançar Salmon. Tirda fica sem jeito de dizer que não achou o vestido bonito. Úrsula decide levar Salmon para o palácio. Otniel fica sabendo que o amigo foi descoberto. Tobias pede para morar na ferraria de Setur. Quemuel diz que errou na criação do filho. Adonizedeque reencontra com a filha. A princesa mostra o hebreu capturado. Raabe cuida de Boaz. Úrsula diz que descobriu algo sobre Ula. Samara encontra Tobias e avisa que o plano ainda está de pé. Mireu conversa com Salmon nas masmorras. Úrsula inventa que Ula é uma assassina. Adonizedeque fica preocupado. Escondida, Mara cultua as estatuetas que eram de Racal. Adonizedeque diz que Ula é uma assassina e ordena que Abul a traga imediatamente. Léia comenta com as outras mulheres que Josué proibiu que os hebreus de saírem dos limites do acampamento. O líder avisa que pedirá aos homens para vigiarem e protegerem suas esposas.

A Terra Prometida – Resumo das próximas semanas

Capítulo 196, 29 de Abril (Segunda-Feira) – Otniel tenta saber informações sobre o paradeiro de Salmon. Abul chega até a taberna para levar Ula. A moça assume a culpa pela morte de Durgal perante a Adonizedeque. O rei avisa que não vai executá-la. Zaqueu diz que vai sair para caçar codornas. Adonizedque conversa com os cadáveres das prisioneiras e comemora o retorno de Úrsula. Mireu convida Otniel para a comemoração. Samara avisa que Zaqueu sairá para caçar e diz que chegou a hora de executar o plano. Otniel chega ao palácio. Mireu pede para o rapaz cumprimentar o rei de sua cidade. Salmon conversa com o carcereiro e descobre que está acontecendo uma festa no palácio. Otniel cumprimenta Debir, o rei de Eglom. Acompanhadas dos guerreiros hebreus, as mulheres hebreias lavam as roupas no rio. Um grupo de soldados de Jerusalém se aproxima. Zaqueu segue em um local mais distante, caçando as codornas. Mireu estranha a ausência de Otniel e começa a procura-lo pelo palácio. Tobias e Samara observam Zaqueu caçando. Com um punhal, Otniel ameaça Mireu no templo do palácio. Escondidos, os soldados de Jerusalém observam as hebreias no rio. Com um arco e flecha, Tobias se esconde em um local próximo. Aruna deixa cair uma peça de roupa no rio e se afasta para pegar. Samara vê Zaqueu mirando em um pássaro e faz um sinal para Tobias. O Monstro Hebreu atira em Aruna no mesmo momento em que Zaqueu atira no pássaro.

Capítulo 197, 30 de Abril (Terça-Feira) – Aruna é atingida por uma flechada no ventre. Josué corre para socorrê-la. Sofrendo com a flechada, Aruna consegue ver Tobias escondido e cai no rio. Josué tenta socorrer Aruna, mas a correnteza a leva para longe. Os soldados de Jerusalém avistam a hebreia desacordado no rio. Samara encontra Zaqueu e o acusa pelo ocorrido. Os oficiais inimigos retiram Aruna da água. Josué se desespera com o sumiço de sua amada. Zaqueu lamenta o acidente com Aruna. Otniel resgata Salmon e eles poupam a vida de Mireu. Tobias inventa uma desculpa para Setur e retorna à ferraria. Desesperado, Quemuel sai para procurar Aruna. Samara encontra com o irmão e eles fingem não saber de nada. Yana fica chocada com a notícia. Chaia tenta consolar Zaqueu. Adonizedeque ordena que tragam o prisioneiro até a sala do trono. Abul descobre que o hebreu fugiu. Eleazar e Finéias conversam sobre Aruna. Léia encara os filhos e diz não acreditar em nenhuma palavra que eles dizem. Úrsula ordena que matem o carcereiro Durgo. Samara e Tobias comemoram o sucesso do plano. O Monstro Hebreu procura Zaqueu e finge estar irado pela suposta morte de Aruna. Lina descobre que Otniel é um hebreu. Tobias exige que Zaqueu seja julgado. Josué e Calebe procuram por Aruna. Josué se emociona ao se recordar de alguns momentos ao lado de Aruna. Salmon e Otniel fogem de Jerusalém e se deparam com os mercadores de escravos que eles atacaram.

Capítulo 198, 01 de Maio (Quarta-Feira) – Laila e Livana lamentam o ocorrido com Aruna. Calebe encontra os familiares e avisa que Aruna não foi encontrada. Otniel é dominado pelos mercadores de escravos. Salmon tenta ajudar, não consegue e corre para pedir socorro no acampamento. Elói tenta amparar Ioná. Tirda, Haniel e Gael se lembram da morte de Maquir. Aflito, Zaqueu se prepara para ser julgado. Adonizedeque é avisado sobre a captura de uma hebreia. Durante o julgamento de Zaqueu, Tobias se manifesta e exige a pena de morte para o arqueiro. Na masmorra do palácio, Aruna recebe cuidados médicos. Adonizedeque chega ao local e diz que a prisioneira não tem valor algum. O rei ordena que a deixem agonizar até a morte. Adonizedeque ordena que deixem Aruna agonizar até a morte. Tobias exige o apedrejamento de Zaqueu. O carcereiro Durgo tenta falar com Aruna, mas pensa que ela está morta. Josué diz ter esperança que Aruna esteja viva. Durgo avisa a Mireu sobre o estado de saúde da prisioneira. Quemuel avisa que o melhor é expulsar Zaqueu de Gilgal. Mireu reconhece Aruna e diz se tratar da esposa do líder de Israel. Chaia lamenta a punição escolhida para Zaqueu. Samara avisa que o arqueiro sofrerá ao ter que viver longe do acampamento. Chaia se desespera ao se despedir de Zaqueu. Adonizedeque descobre que Aruna é a esposa de Josué e ordena que tragam os melhores médicos para salvarem sua vida.

Capítulo 199, 02 de Maio (Quinta-Feira) – Darda tenta amparar Chaia. Léia se incomoda com o ódio de Samara por Aruna. Salmon encontra Josué e diz que aconteceu algo terrível com Otniel. Quemuel diz acreditar que Aruna está morta. Acsa se desespera ao saber que Otniel foi capturado. Nas masmorras, os médicos de Jerusalém tentam salvar a vida de Aruna. Adonizedeque conversa com as caveiras de suas prisioneiras. Noemi tenta acalmar Acsa. Raabe reencontra Salmon. Adonizedeque ordena que levem Aruna para um local mais confortável. Salmon fala sobre a viagem à Jerusalém. Ioná sente um desconforto e procura Darda. Calebe estranha a ausência de Josué e sai para procura-lo. Adonizedeque exige que os médicos salvem a vida de Aruna. Darda avisa que Ioná está grávida. Calebe encontra Josué desolado e tanta reanima-lo. Elói explode de felicidade ao saber que vai ser pai. Josué afirma que está na hora do exército de Israel se preparar para a batalha contra Jerusalém. Samara tenta se aproximar de Josué, mas leva um fora do guerreiro. Léia se aborrece com o comportamento da filha. Adonizedeque avisa que matará Mireu caso a esposa de Josué morra. Mara fica desapontada ao saber que Ioná está grávida de Elói. Pirã sugere que Abul seria um rei muito melhor que Adonizedeque. O general reflete sobre o que ouviu. Mara diz não admitir que Elói um dia lidere sua tribo. Abul conversa com Pirã e diz que pedirá o apoio de Úrsula.

Josué e Aruna (Divulgação / Record)

Capítulo 200, 03 de Maio (Sexta-Feira) – Mara invoca os deuses pagãos e se assusta ao ver um vulto. Inês estranha o comportamento da vilã. Ioná conta para as outras hebreias sobre sua gravidez. Josué exige que todos voltem ao treinamento. Tobias dá em cima de Chaia. Josué ordena que as buscas à Aruna continuem. Bastante debilitada, Aruna chama por Josué no palácio. Haniel pede para Tirda se vestir com a roupa dada por ele. Ula e Lina se oferecem para ajudar Mireu a cuidar de Aruna. Mara constrange Tirda ao criticar seu vestido. Ruth fala da gravidez de Ioná. Haniel se declara para Tirda. Raabe sai para passear com Boaz. Mara, diante das estatuetas cananeias, inicia um ritual pagão. Raabe sente um cheiro estranho e vai até o celeiro. Mara percebe a aproximação de alguém e se esconde. Raabe se depara com as estatuetas e se espanta ao ver Mara no local. Quemuel se irrita com a frieza de Samara. Mara nega ser a responsável pelo ritual e acusa Raabe de ter trazido as estatuetas. Zareg se oferece para ajudar nas buscas à Aruna. Amarrado, Otniel segue na caravana de escravos. Ele ora e pede a ajuda de Deus. Raabe encontra Salmon e fala sobre o encontro com Mara. A vilã procura Josué e acusa Raabe de ter feito o ritual pagão. Abul se abre com Úrsula e revela toda a verdade sobre as rainhas prisioneiras. Iru e Jéssica levam Acsa até Naftali. Ula e Lina ajudam Mireu a cuidar de Aruna no palácio.

Capítulo 201, 06 de Maio (Segunda-Feira) – Abul mata os oficiais de Adonizedeque e entra no quarto secreto com Úrsula. Milagrosamente, Aruna recebe a ajuda de Deus e sobrevive. Úrsula explode de ódio ao ver as caveiras de sua mãe e avó. Adonizedeque flagra Mireu beijando Ula. O rei ordena que os soldados prendam a taberneira. Mireu mente sobre a recuperação de Aruna. Úrsula diz que se vingará de Adonizedeque. Iru pede Jéssica em casamento. Elias também pede a mãe de Laís. Úrsula e Abul planejam trair o rei. Noemi ampara Acsa. Boã parabeniza Setur. Acsa mostra fé em Deus. Abul encontra Pirã e revela o plano de traição. Úrsula finge inocência para o pai. Salmon e Raabe procuram Josué para falar sobre o ritual feito por Mara. Úrsula conversa com o rei fingindo não saber da morte das prisioneiras. Salmon e Isaque seguem procurando por Aruna e acabam encontrando uma codorna atingida por uma flecha. Eles levam a flecha encontrada até Josué e todos percebem que Zaqueu é inocente. O líder de Israel ordena que os guerreiros tragam Zaqueu de volta ao acampamento. Samara e Tobias ficam preocupados. Mireu procura Úrsula e conta que foi flagrado pelo rei beijando Ula. A princesa avisa que em breve todos não precisarão se preocupar com Adonizedeque. Pirã procura o soberano de Jerusalém e avisa que estão tramando sua morte. Chaia agradece a Deus por terem provado a inocência de Zaqueu.

Capítulo 202, 07 de Maio (Terça-Feira) – Pirã conta que Úrsula e Abul estão tentando trair o rei. Adonizedeque fica incrédulo. Tobias se desespera, mas Samara o tranquiliza dizendo que Aruna está morta. Agoniado, Mireu diz que precisa arrumar um jeito de encontrar Ula. Na cozinha do acampamento, Mara encontra outras hebreias e avisa que tem alguém adorando deuses pagãos em Gilgal. A vilã escuta vozes e fica transtornada. Raabe a observa. Adonizedeque desabafa com as caveiras. Mireu encontra Ula e avisa que Úrsula fará algo contra o rei. Zaqueu diz que alguém flechou Aruna e o culpou. Livana diz estar orgulhosa de Rune. Mara vai até a tenda de Elói e lhe pede desculpas. Ela entrega um cesto de pães e finge, dizendo estar arrependida. Quando ele se vira, a vilã puxa uma faca para golpeá-lo. Aruna tenta sair do quarto, mas é impedida pelos guardas. Antes de esfaquear Elói, Mara é interrompida pela chegada de Raabe. Aruna é levada de volta à masmorra. Ula tenta ampará-la. Adonizedeque finge não saber de nada e comemora a recuperação de Aruna. Abul se aproxima de Úrsula e avisa que chegou o momento de envenenar o rei. Josué procura Aiúde e diz estar desconfiando de Mara. O líder de Israel avisa que a vilã foi vista por Raabe cultuando as estatuetas. Abul joga o veneno na bebida de Adonizedeque. Mara encontra Aiúde e confessa ter sequestrado o bebê de Raabe. Josué aparece e diz ter ouvido tudo.

Capítulo 203, 08 de Maio (Quarta-Feira) – Josué anuncia a prisão de Mara. Adonizedeque troca a taça envenenada e manda um servo servir a bebida para Abul. Aruna fala sobre o Deus de Israel para Ula. Josué conversa com Salmon e fala sobre o flagrante que deu em Mara. Abul se contorce de dor. Adonizedeque se aproxima e ordena que os soldados prendam Úrsula. Ula diz que servirá ao Senhor dos hebreus. Adonizedeque joga a filha no quarto secreto. Josué dá apoio a Aiúde. Úrsula fala com as caveiras de sua mãe e avó. Aiúde diz que vai fazer uma visita à Mara. Agonizando, Abul caminha pelo corredor do palácio. Irritada, Mara ofende Aiúde e confessa ter lhe traído com Acã e Racal. Ioná pede perdão à Raabe em nome de Mara. Antes de morrer, Abul consegue libertar Ula e Aruna. Zaqueu se declara para Chaia. Antes de deixar Jerusalém, Ula diz que precisa encontrar Lina e Mireu. Ela manda Aruna fugir logo. Mara pede para Ioná ajudá-la a fugir. Zaqueu diz estar desconfiado que Zaqueu acertou a flecha em Aruna. Léia reclama do comportamento de Samara. Inês comenta sobre o crime cometido por Mara. Pedael e Elidade tentam consolar Aiúde. Samara vai até a tenda de Josué para lhe oferecer pães. Ula encontra com Lina na taberna. Josué se irrita com a aproximação de Samara e a expulsa de sua tenda. Adonizedeque fica furioso ao saber que Abul soltou as prisioneiras e ordena que seus homens procurem por Aruna.

Capítulo 204, 09 de Maio (Quinta-Feira) – Mireu deixa a sala do trono, discretamente. Aruna caminha pelas campinas de Canaã tentando fugir de Jerusalém. Os soldados do rei cavalgam atrás dela. Ioná conversa com Elói e diz que Mara pediu ajuda para fugir. Mireu encontra com Ula e Lina. Eles dizem que fugirão para Gilgal. Mara esbraveja ao ouvir Ioná dizendo que que não lhe ajudará a fugir. Tobias teme que encontrem seu arco enterrado próximo ao rio. Com dificuldade, Aruna segue caminhando em direção ao acampamento. Adonizedeque diz que chegou a hora de enfrentar os hebreus. Mara finge estar passando mal e golpeia o guarda hebreu com uma faca. A vilã se desamarra e foge. Josué é avisado sobre a fuga de Mara e ordena uma busca à megera. Enquanto caminha nas campinas de Canaã tentando fugir de Gilgal, Mara avista uma caravana. Otniel a reconhece e grita, avisando para ela fugir, mas a vilã é detida por um mercador de escravo. Enquanto tenta se livrar do arco, Tobias é surpreendido com a chegada de Aruna. Aruna diz que sobreviveu com a ajuda de Deus. Tobias puxa a espada e parte para cima dela. Mara é amarrada e obrigada a seguir com Otniel e os outros escravos. Antes de atingir Aruna, Tobias é surpreendido pelos soldados de Jerusalém. Os oficiais de Adonizedeque prendem Aruna e Tobias. Aiúde é avisado sobre a fuga de Mara. Os soldados do rei procuram por Aruna na cidade.

Capítulo 205, 10 de Maio (Sexta-Feira) – Mireu foge de Jerusalém com Ula e Lina. Mara é chicoteada enquanto segue na caravana de escravos. Mireu, Lina e Ula chegam ao acampamento e pedem proteção a Josué. Aruna e Tobias são levados até o rei. A esposa de Josué encara o soberano de Jerusalém. Tobias avisa que tem algo a dizer. Setur repara em Lina e mostra interesse na moça. Mireu avisa que Aruna está vive. Josué se emociona. Tobias avisa que está disposto a trair seu povo em troca de sua vida. Aruna questiona a atitude do rapaz. Adonizedeque ordena que joguem os dois hebreus na masmorra. Mireu avisa que o rei usará a esposa de Josué como um escudo humano na guerra contra Israel. Na masmorra do palácio, Aruna diz perdoar Tobias. Adonizedeque começa a preparar um ritual para sacrificar Tobias. Os soldados buscam o Monstro Hebreu na prisão. Josué permite que Mireu, Ula e Lina permaneçam em Gilgal. Adonizedeque obriga Aruna a matar Tobias. Josué diz confiar em Deus. Aruna se recusa a matar Tobias e tenta golpear o rei, que consegue se esquivar. Furioso, Adonizedeque pega o punhal e mata Tobias. Ioná fica feliz ao saber que sua amiga está viva. Josué vai até a tenda de Quemuel e avisa que Aruna está viva. Samara se surpreende com a notícia. Adonizedeque ordena que prendam Aruna na masmorra. Darda e Jesana amparam Yana. O rei de Jerusalém avisa que é preciso dominar Gibeão para terem êxito contra os hebreus. Setur elogia a beleza de Lina. Mara é maltratada pelos mercadores de escravos. Eles dão comida estragada para a vilã comer. Com Aruna amarrada à frente, Adonizedeque conduz o exército de Jerusalém. Josué descobre que Gibeão foi atacada e avisa que a guerra começou. O líder de Israel pede proteção a Deus.

O resumo da novela “A Terra Prometida” foi divulgado pela Rede Record. Quando novos resumos forem divulgados, essa página será atualizada. Não deixe de nos contar o que está achando da novela A Terra Prometida.

Compartilhe: